sábado, outubro 23, 2004

Quem és tu, de novo?



"Quando a janela se fecha e se transforma num ovo
Ou se desfaz em estilhaços de céu azul e magenta
E o meu olhar tem razões que o coração não frequenta
Por favor diz-me quem és tu, de novo?

Quando o teu cheiro me leva às esquinas do vislumbre
E toda a verdade em ti é coisa incerta e tão vasta
Quem sou eu para negar que a tua presença me arrasta?
Quem és tu, na imensidão do deslumbre?

As redes são passageiras, as arquitecturas da fuga
De toda a água que corre, de todo o vento que passa
Quando uma teia se rasga ergo à lua a minha taça
E vejo nascer no espelho mais uma ruga

Quando o tecto se escancara e se confunde com a lua
A apontar-me o caminho melhor do que qualquer estrela
Ninguém me faz duvidar que foste sempre a mais bela
Por favor, diz-me que és alguém, de novo?

Quando a janela se fecha e se transforma num ovo
Ou se desfaz em estilhaços de céu azul e magenta
E o meu olhar tem razões que o coração não frequenta
Por favor diz-me quem és tu, de novo?"

Jorge Palma

posted by In perfeita @ 9:42 da tarde 

|

sexta-feira, outubro 15, 2004

Perfect words...


"Qui addit scientiam, addit et dolorem"


Encontrei a frase perfeita para o prefácio da minha tese.
A frase em Latim acima referida significa:

"Quem aumenta o seu saber, aumenta a sua dor.."

Por vezes penso que é tão verdade...

posted by In perfeita @ 10:45 da manhã 

|

quarta-feira, outubro 13, 2004

Diferenças

Hoje disseram-me:"- Estás diferente... O teu sorriso está diferente!!!"
Fiquei apreensiva com esta observaçao...e, ignorando o comentário prossegui com o meu café.... Sim, de facto até mesmo eu própria sinto essa diferença e aproveitei para fazer uma introspectiva do que ditou a mesma.
A minha vida não mudou muito (pensando bem, nao mudou nada!!)...mas mudei a minha atitude para com ela. Em vez de querer mudar o rumo da vida, passei a deixar-me levar por ela... Bons e maus momentos sempre existirão e achei que nao valia a pena querer mudar o mundo.
Canalizei as energias para o que me faz feliz e me dá prazer: apostei no curso de Inglês que tanto queria; passei debitar na FNAC uma boa fasquia do meu ordenado a troco de ler os livros que sempre quis; inscrevi-me nas conferências mais longíquas e estou a "queimar os últimos cartuchos" do tempo disponível que tenho para acabar o trabalho prático...
(logo é preciso escrever a tese mas..havemos de lá chegar!!! )
Mais....muito mais mudei.
Novo corte de cabelo, casa nova, paixão nova, etc, etc....
Mas não mudou tudo: Eu...
Eu continuo a mesma...
Gosto de sorrir, sempre gostei.
Talvez agora não existam tantas nuvens que o camuflem..

Não interessa! Sinto me bem assim!!

posted by In perfeita @ 9:26 da tarde 

|

segunda-feira, outubro 11, 2004

Quem disse?

Quem disse que eu tinha saudades da chuva e não de ti?
Quem disse???

posted by In perfeita @ 8:23 da tarde 

|

sexta-feira, outubro 08, 2004

Palavras que martelam...


"Havia
uma palavra
no escuro.
Minúscula.Ignorada.
Martelava no escuro.
Martelava
no chão da água.
Do fundo do tempo,
martelava.
contra o muro.
Uma palavra.
No escuro.
Que me chamava."

Eugénio de Andrade, in Matéria Solar

Quem me dera poder desligar-me das palavras que martelam sem parar....
A consciência ...

posted by In perfeita @ 11:00 da manhã 

|

terça-feira, outubro 05, 2004

Segredos



"Um beijo é um segredo que se diz na boca e não no ouvido "

Jean Rostand


Conta-me os teus segredos...

posted by In perfeita @ 5:27 da tarde 

|

domingo, outubro 03, 2004

Crepúsculo

O sol já se despede de nós, como uma criança que vai acenando timidamente por entre as neblinas que camuflam.
Da cozinha irrompe um aroma a bolo de maçã e canela que eu própria acabei de fazer... Aqui, ao meu lado, deixo que a brisa do crepúsculo revolva as páginas não pontuadas do Saramago que estou a ler. Diante de mim, jaz uma chávena cujo café de sabor e cheiro intenso me confortou há momentos...
Sinto a tua falta, sabias?

posted by In perfeita @ 5:29 da tarde 

|